Notícias

18/04/2018

Empossados novos integrantes do Conselho de Ciência e Tecnologia

Os novos integrantes do Conselho Municipal de Ciência e Tecnologia (Comcet) foram empossados pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior nesta quarta-feira, 4, no Paço Municipal. Constituído por representantes da comunidade científica, da sociedade civil organizada e do Poder Público, o Conselho será presidido por Jorge Antonio dos Santos Branco, da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro).
 
O prefeito ressaltou ser preciso desburocratizar a máquina pública, torná-la cada vez mais transparente e permitir a atração de novos investimentos. Segundo ele, a prefeitura está aberta para receber sugestões para fazer as transformações necessárias na máquina pública, de modo que a despesa caiba na receita. Marchezan assinalou a necessidade de reformas, para que o orçamento chegue na "vida real da cidade".
 
No evento, Branco disse que o Comcet tem como principal objetivo propor políticas públicas que contribuam para o desenvolvimento econômico com inovação, ciência e tecnologia. De acordo com Branco, o grupo trabalha para o  desenvolvimento do empreendedorismo, da inovação e da ciência. O secretário interino do Desenvolvimento Econômico, Leandro Lemos, disse que o desafio é levar ciência e tecnologia para a cidade e para promover a retomada do desenvolvimento econômico.
 
O Conselho - Criado pela Lei Complementar 367/08, de janeiro de 1996, o Comcet tem entre suas atribuições formular, propor, avaliar e fiscalizar ações e políticas públicas de desenvolvimento técnico-cientifico, a partir de iniciativas governamentais ou em parceria com agentes privados. Compete aos integrantes do conselho contribuir na política científica e tecnológica a ser implementada pela administração municipal, sugerir políticas de captação e alocação de recursos e fiscalizar e avaliar o correto uso desses recursos.
 
Os conselheiros têm mandato de dois anos, que pode ser renovado. O órgão conta com 23 titulares, e sua composição é a seguinte: sete representantes do Executivo Municipal, indicados pelo prefeito, e escolhidos entre as áreas de atuação do município; um titular (e um suplente), indicados pela Secretaria Estadual do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia; um titular (e um suplente), indicados pela UFRGS; um titular (e um suplente), indicados pela PUCRS; treze representantes titulares da sociedade civil organizada e da comunidade científica, eleitos pela Conferência Municipal de Ciência e Tecnologia.
 
 
Fonte: PMPA | SMDE