Notícias

12/08/2019

SINDIHOSPA e Secretaria Estadual da Saúde discutem ações conjuntas

A cooperação entre o Sindicato dos Hospitais e Clínicas de Porto Alegre (SINDIHOSPA) e a Secretaria Estadual da Saúde (SES) foi o tema de reunião-almoço realizada esta segunda-feira (12). Participaram do encontro integrantes do Conselho de Administração do SINDIHOSPA, a secretária Arita Bergmann, a diretora do Departamento de Assistência Hospitalar e Ambulatorial (DAHA), Lisiane Fagundes, e o diretor de regulação do Estado, Eduardo Elsade.

 

Presidente do Sindicato, Henri Siegert Chazan expôs as principais atividades desenvolvidas pela instituição. Os conselheiros ressaltaram as dificuldades no cumprimento da legislação que afasta gestantes e lactantes que trabalham em local insalubre. Sobre esse tema, foi acertada a formação de um grupo de trabalho, que contará com mais entidades da saúde, para criação de um estudo destinado ao Ministério Público do Trabalho.

 

 

A secretária apresentou um balanço dos primeiros meses da nova gestão do Executivo. Até o início de agosto, foram realizados pagamentos de aproximadamente R$ 2 bilhões em serviços de saúde. Nesse montante, está incluído o passivo devido aos hospitais e municípios, o repasse de verbas federais referentes aos serviços de média e alta complexidade e o empréstimo via Banrisul por meio do Fundo de Apoio Financeiro e de Recuperação dos Hospitais Privados, Sem Fins Lucrativos e Hospitais Públicos (FUNAFIR). 

 

As entidades também discutiram as dificuldades no cumprimento de metas para vacinação — e a SES informou que será realizada uma pesquisa de âmbito estadual para entender a resistência dos gaúchos sobre o tema. Os cuidados com a população idosa, saúde mental, transplantes de córnea e adequação à legislação de controle contra incêndios também estiveram na pauta. 

 

Para Chazan, o encontro foi importante para reforçar a relação entre o setor de saúde e o poder público, promovendo ações conjuntas em benefício da sociedade. "Vamos avaliar como auxiliar nos projetos da secretaria. Essa proximidade permite avançarmos em melhorias para as instituições de saúde e, por consequência, para o bem-estar de toda a população", afirmou.